Translate

Nenhuma postagem.
Nenhuma postagem.

GUILHERME BEDRAN/ Violino, Rabeca e Bandolim


Inicia seus estudos com o violino aos 6 anos e aos 17 atua no Grupo Quintal Teatro Infantil na década de 70.


Na década de 80, participa, com Bia Bedran, Victor Larica, Paulão Menezes e Ricardo Medeiros, do Bloco da Palhoça, grupo musical com pesquisa e inspiração no folclore brasileiro.


Na década de 90 participa do conjunto Camerata Philharmonia, sob regência da maestrina Nerisa Aldrigh, seguindo seus estudos com Noemi Uzeda e Alexandre Somazz na Escola de Música Villa-Lobos.


Atualmente toca violino, rabeca e bandolim. Além de gravações, participa de shows com a compositora, educadora e artista Bia Bedran, viajando pelo Brasil com um trabalho dedicado ao público infantil e as raízes da cultura brasileira, com 10 CDs lançados.


Apresentou-se em Portugal e Cabo Verde, em 2001 e 2002, com a cantora Via Negromonte.



Participou da aula magna do escritor, compositor, historiador e dramaturgo pernambucano, Ariano Suassuna , na celebração de seu aniversário de 90 anos, no Teatro Municipal do Rio de Janeiro, como integrante do grupo de musica armorial Gesta.

Roma 2009!

Roma 2009!

CLAUDIO MONNERAT / Viola caipira, violão e voz


Aos 6 anos começa como maestro de banda mirim e aprende noções de violão.


Na década de 70 adota o violão de 12 cordas, explorando sua sonoridade, compondo e pesquisando.


Através do músico Luy Vieira e sua craviola 12 cordas, conhece o universo nordestino dos violeiros e cantadores.


No final da década de 70 formam um quarteto com o maestro e compositor Fernando Leporace, contrabaixo e piano; e o virtuose Gegê na percussão e bateria.


Na década de 80, participou como homem banda na premiada peça infantil “Duvideodó”, sob a direção de Lucia Coelho e direção musical de Caíque Botkay, apresentando-se no Teatro Villa Lobos, Rio de Janeiro, e no Festival Nacional de Teatro Infantil em Lages, Santa Catarina, gravado e transmitido em rede nacional pela TVE-RJ.


Nesta época, junto ao violinista Guilherme Bedran e o notável violeiro Victor Larica, nascem as raízes do Palha de Milho.


Suas composições intuitivas integram o repertório do Palha de Milho, misturando a música regional brasileira com as influências universais, que temperam nosso caldeirão cultural.

Ciranda dos espetáculos - Rio de Janeiro 2007

Ciranda dos espetáculos - Rio de Janeiro 2007

FERNANDO BITTENCOURT/ Contrabaixo, violão e voz


Estudou contrabaixo na Escola de Música da UFRJ, com o Professor Sandrino Santoro. Integrou a Orquestra de Câmara de Niterói-RJ, em 1980, sob a regência do Maestro Roberto Ricardo Duarte, participando das gravações.


Nas décadas de 80 e 90 acompanhou e gravou discos com artistas como Biafra, Antônio Carlos e Jocafi, Dalto, Zélia Duncan, Bia Bedran.


Participou do programa Globo de Ouro, transmitido em rede nacional pela TV Globo com Sá e Guarabyra e Rosana.


No exterior apresentou-se em Quito, no Equador, com o grupo musical brasileiro Câmbio Negro na Semana da Cultura Brasileira (1988).


Atualmente, leciona contrabaixo e violão, atua com Guilherme Bedran em duo instrumental e acompanha vários artistas brasileiros em shows e gravações.


Participa das Orquestras da Grota e de Câmara de Niterói.

PAULÃO MENEZES/ Tambores e Percussão


Começou tocando na banda escolar aos 8 anos.


Sua carreira profissional teve início em 1973. Cursou percussão na Escola de Música Villa-Lobos, no Rio de Janeiro.


Na década de 80 integrou o Bloco da Palhoça, grupo musical com pesquisa e inspiração no folclore brasileiro e participou da série de programas “Canta Conto”, com Bia Bedran, transmitidos em rede nacional pela TVE-RJ.


Participou de shows, gravações, jingles e trilhas sonoras para filmes e novelas no Brasil, com artistas como Fátima Guedes, Via Negromonte, Adriana Calcanhoto, Zélia Duncan, Amelinha, Rosinha de Valença, Nara Leão, Marlene, Vanusa, Fátima Regina, Marisa Gata Mansa, Carmem Costa, Lecy Brandão, Pepê e Nenen, Markú Ribas, Dalto, Altay Veloso, Biafra, Marcos Sabino, Antonio Carlos e Jocafi, Roberto Guima, Cláudio Cartier, Sá e Guarabyra, Marcos Ariel, Marvio Ciribeli, Helvius Villela, Codó e Raul de Barros, Toninho Horta, Fred Martins, Aniceto, Eri Galvão, Reginaldo Bessa, Dito e Feito (chorinho). Integrou a Orquestra de Sax, Rio Jazz Orchestra (Monterrey Festival – Maracanãzinho), Orquestra do Maestro Cipó, Cornet's Band Orchestra.


No exterior, apresentou-se em Portugal e na Alemanha entre 1978 e 1979. Em 1984, participou do Festival de Música Popular Latino-Americana e Del Caribe, com Miúcha, Cristina Buarque e Mauro Duarte, na Nicarágua. Em 1987 e 1988, participa de apresentações na Alemanha a convite do Grupo Veneno. Em 1998, grava e viaja com o grupo de samba de raiz Barraco Total. Participam do Festival da Praia Santa Maria, em Cabo Verde e fazem várias apresentações em Portugal.


Atualmente é professor de percussão e participa de vários projetos sociais em comunidades carentes e organizações assistenciais.


Acompanha por todo o Brasil a compositora, educadora e artista Bia Bedran, além de participar de vários grupos musicais como o grupo de samba "Eles que Digam".


http://oficinadobatuque.blogspot.com.br/

Seguidores